Technologies

Fast-Growing Clonal Eucalyptus [Uganda]

Pito yen Kalituc

technologies_2870 - Uganda

Completeness: 94%

1. Informação geral

1.2 Detalhes do contato das pessoas capacitadas e instituições envolvidas na avaliação e documentação da tecnologia.

Pessoa(s)-chave

land user:

Anywar Francis

+256392962859 / +256753352572

anywarfrancis@gmail.com

Gene Ber Farmer

Lukole village, Olung parish, Agago District

Uganda

Name of project which facilitated the documentation/ evaluation of the Technology (if relevant)
Scaling-up SLM practices by smallholder farmers (IFAD)
Name of the institution(s) which facilitated the documentation/ evaluation of the Technology (if relevant)
Bern University of Applied Sciences, School of Agricultural, Forest and Food Sciences (HAFL) - Switzerland

1.3 Condições em relação ao uso da informação documentada através de WOCAT

When were the data compiled (in the field)?

11/05/2017

The compiler and key resource person(s) accept the conditions regarding the use of data documented through WOCAT:

Sim

1.4 Declaração de sustentabilidade da tecnologia descrita

A tecnologia descrita aqui é problemática em relação a degradação da terra de forma que não pode ser declarada uma tecnologia sustentável de gestão de terra?

Não

2. Descrição da tecnologia de gestão sustentável da terra

2.1 Descrição curta da tecnologia

Definição da tecnologia:

Clonal eucalyptus trees (originating from South Africa) grow in northern Uganda for timber production

2.2 Descrição detalhada da tecnologia

Descrição:

Clonal eucalyptus, commonly known as a hybrid of eucalyptus species developed by crossing various species of eucalyptus. It is fast-growing, attaining maturity for timber between 12 to15 years.

Seedlings for the eucalyptus clones are sold by various tree nursery operators in the area from where the farmers buy them. In preparation for tree planting, the land is cleared of all vegetation usually by slashing, but use of herbicides is also possible. Planting holes, measuring 30cm in diameter and depth, are dug at a spacing of 3m x 3m. Seedlings of 1-2 months age, bought from nurseries are planted in the prepared holes. Weeding is done twice a year for the first two years during which maize and beans can be intercropped with the young trees. Intercropping young trees with crops, a practice known as 'Taungya', helps to compensate for the weeding costs. Eucalyptus trees are generally self-pruning but if need arises, branches that have grown larger than 6 cm in diameter are removed using a saw. Pruning becomes necessary at the age of 3 years. At planting, the number of plants is 1,100 per hectare. Thinning is usually done at the age of 4 and 7 years, leaving about 450 plants per hactare. Protecting from animals and fire and is also done periodically by patrolling and creating fire lines in the plantation. The fire lines are created by dividing the plantation into smaller units and clearing 6-m wide strips between the units.

Farmers like the eucalyptus clones for establishing timber plantations because they grow fast and yield timber 5 to 7 years earlier than the non-hybrid species thus reducing the payback period for eucalyptus plantations. They are a source of income through the sale of poles and help in carbon sequestration which reduces the effect of climate change.

Farmers are apprehensive of this technology because the appropriate clones are difficult to locate in the tree nurseries. Secondly, some nursery operators do not tell the truth about the performance of different clones in the area. In northern Uganda, the most adaptable clone is 'GC 784', which has been observed to perform exceptionally well. The cost of the hybrid clones is 40% higher than the conventional seedlings.

2.3 Fotos da tecnologia

2.4 Vídeos da tecnologia

Data:

10/5/2017

Location:

Agago District

2.5 País/região/locais onde a tecnologia foi aplicada e que estão cobertos nesta avaliação

Country:

Uganda

Region/ State/ Province:

Northern

2.6 Data da implementação

Indique o ano de implementação:

2015

2.7 Introdução da tecnologia

Especifique como a tecnologia foi introduzida:
  • atráves de inovação dos usuários da terra

3. Classificação da tecnologia de gestão sustentável da terra

3.1 Principal/principais finalidade(s) da tecnologia

  • Reduzir riscos de desastre
  • Criar impacto econômico benéfico

3.2 Tipo(s) atualizado(s) de uso da terra onde a tecnologia foi aplicada

Terra de cultivo

Terra de cultivo

  • Cultura anual
Principais plantações (colheitas para venda e consumo próprio):

Millet, Maize, Beans

3.3 Mais informações sobre o uso da terra

Abastecimento de água para a terra na qual a tecnologia é aplicada:
  • Precipitação natural
Número de estações de cultivo por ano:
  • 2
Especifique:

March-June and September-December

3.4 Grupo de gestão sustentável da terra ao qual pertence a tecnologia

  • Gestão de plantação florestal

3.5 Difusão da tecnologia

Especifique a difusão da tecnologia :
  • Uniformemente difundida numa área
Caso a tecnologia seja uniformemente difundida numa área, indique a área coberta aproximada :
  • < 0,1 km2 (10 ha)

3.6 Medidas de gestão sustentável da terra contendo a tecnologia

Medidas vegetativas

Medidas vegetativas

  • V3: Limpeza da vegetação
  • V4: Substituição ou retirada de espécies exóticas/invasivas
Medidas de gestão

Medidas de gestão

  • M3: Disposição de acordo com o ambiente natural e humano

3.7 Principais tipos de degradação da terra abordados pela tecnologia

Degradação biológica

Degradação biológica

  • Bc: redução da cobertura vegetal

3.8 Redução, prevenção ou recuperação da degradação do solo

Especifique o objetivo da tecnologia em relação a degradação da terra:
  • Previnir degradação do solo
  • Adaptar à degradação do solo

4. Especificações técnicas, implementação de atividades, entradas e custos

4.1 Desenho técnico da tecnologia

Autor:

Bernard Fungo

Data:

10/5/2017

4.2 Especificações técnicas/ explicações do desenho técnico

Spacing of 3 x 3 meters between and within rows
Panting density of 1100 tree per ha
Thinning to 450 tree per ha around year 7

4.3 Informação geral em relação ao cálculo de entradas e custos

Especifique como custos e entradas foram calculados:
  • Por unidade de tecnologia
Especifique a unidade:

Hectares

Outro/moeda nacional (especifique):

Uganda Shillings

Indique a taxa cambial do dólar norte americano para a moeda local (se relevante): 1 USD =:

3500,0

Indique a média salarial da mão-de-obra contratada por dia:

10,000

4.4 Atividades de implantação

Atividade Tipo de medida Calendarização
1. Land clearing Gestão
2. Liming-out and pitting Gestão
3. Planting Agronômico
4. Weeding Gestão
5. Thinning Gestão

4.5 Custos e entradas necessárias para a implantação

Especifique a entrada Unidade Quantidade Custos por unidade Custos totais por entrada % dos custos arcados pelos usuários da terra
Mão-de-obra Land cleaing Hactares 40,0 200003,0 8000120,0 100,0
Mão-de-obra Lining-out and pitting Hactares 40,0 200000,0 8000000,0 100,0
Mão-de-obra Planting Hactares 40,0 200000,0 8000000,0 100,0
Mão-de-obra Weeding Hactares 40,0 200000,0 8000000,0 100,0
Equipamento Thinning Hactares 40,0 400000,0 16000000,0 100,0
Material vegetal Seedlings Number 1100,0 500,0 550000,0 100,0
Custos totais para a implantação da tecnologia 48550120,0

4.6 Atividades recorrentes/manutenção

Atividade Tipo de medida Calendarização/frequência
1. Periodic Patrols Gestão Monthly

4.7 Custos e entradas necessárias pata a manutenção/atividades recorrentes (por ano)

Especifique a entrada Unidade Quantidade Custos por unidade Custos totais por entrada % dos custos arcados pelos usuários da terra
Mão-de-obra Patrols Years 10,0 500000,0 5000000,0 100,0
Custos totais para a manutenção da tecnologia 5000000,0

4.8 Fatores mais importantes que afetam os custos

Descreva os fatores mais determinantes que afetam os custos:

Buying seedlings

5. Ambiente naturale e humano

5.1 Clima

Precipitação pluviométrica anual
  • <250 mm
  • 251-500 mm
  • 501-750 mm
  • 751-1.000 mm
  • 1.001-1.500 mm
  • 1.501-2.000 mm
  • 2.001-3.000 mm
  • 3.001-4.000 mm
  • > 4.000 mm
Zona agroclimática
  • Subúmido

5.2 Topografia

Encostas em média:
  • Plano (0-2%)
  • Suave ondulado (3-5%)
  • Ondulado (6-10%)
  • Moderadamente ondulado (11-15%)
  • Forte ondulado (16-30%)
  • Montanhoso (31-60%)
  • Escarpado (>60%)
Formas de relevo:
  • Planalto/planície
  • Cumes
  • Encosta de serra
  • Encosta de morro
  • Sopés
  • Fundos de vale
Zona de altitude:
  • 0-100 m acima do nível do mar
  • 101-500 m acima do nível do mar
  • 501-1.000 m acima do nível do mar
  • 1.001-1.500 m acima do nível do mar
  • 1.501-2.000 m acima do nível do mar
  • 2.001-2.500 m acima do nível do mar
  • 2.501-3.000 m acima do nível do mar
  • 3.001-4.000 m acima do nível do mar
  • > 4.000 m acima do nível do mar
Indique se a tecnologia é aplicada especificamente em:
  • Não relevante

5.3 Solos

Profundidade do solo em média:
  • Muito raso (0-20 cm)
  • Raso (21-50 cm)
  • Moderadamente profundo (51-80 cm)
  • Profundo (81-120 cm)
  • Muito profundo (>120 cm)
Textura do solo (solo superficial):
  • Médio (limoso, siltoso)
Textura do solo (>20 cm abaixo da superfície):
  • Médio (limoso, siltoso)
Matéria orgânica do solo superficial:
  • Médio (1-3%)

5.4 Disponibilidade e qualidade de água

Lençol freático:

5-50 m

Disponibilidade de água de superfície:

Médio

Qualidade da água (não tratada):

apenas para uso agrícola (irrigação)

A salinidade da água é um problema?

Não

Ocorre inundação da área?

Não

5.5 Biodiversidade

Diversidade de espécies:
  • Médio
Diversidade de habitat:
  • Médio

5.6 Características dos usuários da terra que utilizam a tecnologia

Sedentário ou nômade:
  • Sedentário
Orientação de mercado do sistema de produção:
  • Comercial/mercado
Rendimento não agrícola:
  • 10-50% de toda renda
Nível relativo de riqueza:
  • Média
Indivíduos ou grupos:
  • Indivíduo/unidade familiar
Nível de mecanização:
  • Trabalho manual
Gênero:
  • Homens
Idade dos usuários da terra:
  • meia-idade

5.7 Média da área de terra própria ou arrendada por usuários da terra que utilizam a tecnologia

  • < 0,5 ha
  • 0,5-1 ha
  • 1-2 ha
  • 2-5 ha
  • 5-15 ha
  • 15-50 ha
  • 50-100 ha
  • 100-500 ha
  • 500-1.000 ha
  • 1.000-10.000 ha
  • > 10.000 ha
É considerado pequena, média ou grande escala (referente ao contexto local)?
  • Média escala

5.8 Propriedade de terra, direitos de uso da terra e de uso da água

Propriedade da terra:
  • Indivíduo, não intitulado
Direitos do uso da terra:
  • Indivíduo
Direitos do uso da água:
  • Indivíduo

5.9 Acesso a serviços e infraestrutura

Saúde:
  • Pobre
  • Moderado
  • Bom
Educação:
  • Pobre
  • Moderado
  • Bom
Assistência técnica:
  • Pobre
  • Moderado
  • Bom
Emprego (p. ex. não agrícola):
  • Pobre
  • Moderado
  • Bom
Mercados:
  • Pobre
  • Moderado
  • Bom
Energia:
  • Pobre
  • Moderado
  • Bom
Vias e transporte:
  • Pobre
  • Moderado
  • Bom
Água potável e saneamento:
  • Pobre
  • Moderado
  • Bom
Serviços finais:
  • Pobre
  • Moderado
  • Bom

6. Impactos e declarações finais

6.1 Impactos no local mostrados pela tecnologia

Impactos socioeconômicos

Produção

Produção de madeira

Diminuído
Elevado

Geração de energia

Diminuído
Elevado

Impactos ecológicos

Biodiversidade: vegetação, animais

Cobertura vegetal

Diminuído
Elevado

Biomassa/carbono acima do solo

Diminuído
Elevado

6.2 Impactos externos mostrados pela tecnologia

Sedimentos transportados pelo vento

Elevado
Reduzido

6.3 Exposição e sensibilidade da tecnologia às mudanças climáticas graduais e extremos/desastres relacionados ao clima (conforme o ponto de vista dos usuários da terra)

Extremos (desastres) relacionados ao clima

Desastres climatológicos
Como a tecnologia lida com isso?
Onde de calor bem

6.4 Análise do custo-benefício

Como os benefícios se comparam aos custos de implantação (do ponto de vista dos usuários da terra)?
Retornos a curto prazo:

ligeiramente positivo

Retornos a longo prazo:

muito positivo

Como os benefícios se comparam aos custos recorrentes/de manutenção(do ponto de vista dos usuários da terra)?
Retornos a curto prazo:

positivo

Retornos a longo prazo:

muito positivo

6.5 Adoção da tecnologia

  • 1-10%
Entre todos aqueles que adotaram a tecnologia, quantos adotaram espontaneamente, ou seja, sem receber nenhum incentivo material/pagamentos?
  • 90-100%

6.6 Adaptação

A tecnologia foi recentemente modificada para adaptar-se as condições variáveis?

Não

6.7 Pontos fortes/vantagens/oportunidades da tecnologia

Strengths/ advantages/ opportunities in the land user’s view
Income
Timber
Strengths/ advantages/ opportunities in the compiler’s or other key resource person’s view
Eucalyptus clones have a shorter pay-back period compared to native species

6.8 Pontos fracos, desvantagens/riscos da tecnologia e formas de superá-los

Weaknesses/ disadvantages/ risks in the land user’s view How can they be overcome?
The timber from eucalyptus clones has yet to be adequately tested for strength Research
Risk of fire is very high in the area. Clones are highly susceptible. Ensure the plantation is protected from fire by use of fire lines and frequent patrols
Weaknesses/ disadvantages/ risks in the compiler’s or other key resource person’s view How can they be overcome?
Establishment cost
Weeding

7. Referências e links

7.1 Métodos/fontes de informação

  • field visits, field surveys

1

  • interviews with land users

1

  • interviews with SLM specialists/ experts

2

7.2 Referências às publicações disponíveis

Title, author, year, ISBN:

N/a

7.3 Links para informação relevante que está disponível online

Title/ description:

N/a

Links and modules

Expand all Collapse all

Modules